segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Perto... Longe... Agora... Depois...

Do lugar onde estou vejo tudo, mas não é muita coisa.
Tudo parece estar tão perto, mas ao mesmo tempo tão longe de alcançar.
Talvez agora outras pessoas estejam pensando desse modo.
Ou talvez elas reparem isso depois, ou se derem azar nunca.
Perto, longe, agora, depois.
Algumas vezes essas coisas fazem diferença.
Mas somente algumas vezes.
Posso estar muito longe de ti, mas ao mesmo tempo te sentir muito perto.
Mas agora não quero explicar o porquê disso, quem sabe depois.
Postar um comentário