sábado, 4 de abril de 2009

Eu já vi, ops, li... Robert Ludlum

Para quem tem hábito de ler sabe o quão distante pode se ir com as palavras. Eu tenho preferências por livros de ficção e espionagem e se tratando desses genêros Ludlum é o cara.
Se alguém viu A Identidade Bourne e achou o filme muito bom, aquilo não é nem 10% da emoção do livro de mesmo titulo.
A sensação que se tem ao ler os livros de Ludlum é como se alguém sussurrasse a narrativa para você sendo algo muito secreto e tudo bem baixinho, e quando chega nas partes de ação seus olhos correm pelas palavras te deixando sem ar assim como o personagem.
Especificamente falando da série Bourne, uma trilogia, li até hoje os dois primeiros livros, A Identidade Bourne e A Supremacia Bourne, só falta O Ultimato Bourne, tenho somente uma coisa a comentar: adorei ir a Zurique e a Hong Kong sem sair de casa.
Atualmente estou lendo O Circulo Matarese e, para variar, Ludlum arrasa na espionagem e em toda trama em geral.
Não desanime ao ver os tamanhos dos livros, acho que não tem nenhum com menos de 200 paginas, você vai esquecer disso bem rápido quando já estiver viajando.
Postar um comentário