Pages

sábado, 19 de dezembro de 2009

O Amor na Prática é Sempre ao Contrário

Eu estava refletindo esses dias sobre como o 'amor' é retratado pelas pessoas, comecei a prestar atenção em algumas músicas, afinal é uma dos meios onde o amor é mais explorado.

Cheguei a conclusão que assim como a maioria das coisas o amor depende do ponto de vista... do ponto de vista de quem tá assistindo, de quem tá sentindo, ou de quem já passou por isso.

O Titãs canta que 'não existe o amor, apenas provas de amor' e nos faz pensar em como demonstramos mais as coisas do que como elas realmente são e também tem o Cazuza com 'o amor na prática é sempre ao contrário' confesso que não cheguei a uma única resposta para isso, acho que apesar de varias e varias definições do que seja o amor, na prática sempre agimos diferente com quem amamos, talvez seja isso, ou talvez queira dizer que nossas atitudes em relação ao amor sejam diferente do que imaginamos, talvez seja isso... mas não tenho certeza.

também o questionamento da Legião Urbana que serve muito bem para os dias de hoje... 'e hoje em dia como é que se diz: eu te amo?' Bom para essa pergunta eu não sei a resposta exata, mas quem saiba ainda seja 'eu te amo' ou no fundo nem precisemos dizer nada.

Portanto assim como canta Maria Rita... 'Se perguntar o que é o amor pra mim, não sei responder, não sei explicar.'

1 Comentários:

Ninas disse...

Se todo alguém que ama
Ama pra ser correspondido
Se todo alguém que eu amo
É como amar a lua inacessível
É que eu não amo ninguém
Não amo ninguém
Eu não amo ninguém, parece incrível
Não amo ninguém
E é só amor que eu respiro
(cazuza)