Pages

quinta-feira, 2 de julho de 2009

"Bom dia" ...

Um simples "bom dia" pode fazer diferença no seu dia todo, seja ele num ponto de ônibus, por telefone, eu uma mensagem... tanto faz, o importante é que seja verdadeiro.

Estava pensando sobre isso hoje, as pessoas ultimamente andam tão frias umas com as outras, que quando passamos pela rua elas mal olha pra gente, tudo bem que eu moro em uma cidade pequena então aqui todo mundo conhece todo mundo (praticamente) então é mais comum quando você passa e mesmo os não te conhecem desejam um "bom dia", eu me sinto muito bem com isso, mas quando estou em uma cidade "maior" vejo que as pessoas são mais fechadas
(tá, aqui eu conheço todo mundo e lá geralmente, quase ninguém).

Um bom exemplo, e que acontece todo dia, mais acho que as pessoas não reparam muito, é dentro de um ônibus, por exemplo, todos os que vão entrando sentam em bancos separados, mesmo nos que tem dois lugares só tem uma pessoa, a não ser que estejam todos ocupados, você não senta do lado de outra pessoa a não ser que não tenha lugar pra sentar sozinho, e quando isso acontece parece que mesmo naquele banco apertado a pessoa tenta não olhar, não comprimentar e não encostar em você, são raras as pessoas que pronunciam palavras diretas nessa situação.


Enfim, o ponto em que eu queria chegar é que não custa nada ser simpático, desejar "bom dia", agradecer, e sentar ao lado de pessoas estranhas e pelo menos sorrir, pode ter certeza que isso não fará mal nenhum a você, muito pelo contrario.

Um ótimo dia a todos!

2 Comentários:

Marco Sistinne disse...

Olá Garotas Verdes, normalmente o que primeiro aprendemos de nossos pais é dizer: obrigado, com licença, desculpe, além dos bons: dia, tarde, noite e outras coisas boas. Não acredito que as pessoas andem tão "frias", mas acho que o cotidiano acaba tirando um pouco da beleza da vida de algumas ...

Abraços
Marco

wemerson disse...

Olá! É verdade que esse comportamento de não dar um simples bom dia e caracterísco das grandes cidades, pois, a violencia esta tanta e todos já ficam desconfiados e na verdade quando uma pessoas se aproxima educadamente as vezes só para pedir uma informação, nos sentimos inseguros achando que é um lobo disfarçado de anjinho. E isso é natural por que nas cidades grandes temos que orientar nossos pequeninos filhilhos a não se aproximar de qualquer pessoa por medida de segurança.
Mas eu também sinto o mesmo que você sente.
Um abtraço!